17.2.10

Cinema Municipal (1961 - 1971)


Interior do Cinema Municipal

Fachada do Cinema Municipal

Cinema Municipal

Entrada do Cinema Municipal


(Fotografias retiradas do Arquivo Fotográfico Municipal de Lisboa)



Em 1961 é inaugurada a nova Feira Popular de Lisboa em Entre-Campos, e com ela o novo Cinema Municipal. Tal como a própria feira, também o cinema é mais moderno e amplo que o seu antecessor. Como havia acontecido com o anterior Cinema Municipal também este cessou a sua actividade após uma década, mas desta vez não com vista à demolição mas sim à conversão em teatro. Em 1972 passou a denominar-se Teatro Vasco Santana, e por lá passaram alguns dos nomes mais importantes do teatro e televisão do nosso país. Recebeu posteriormente obras de ampliação e modernização. Com a criação de novos espaços nasceu o Auditório Ana Bola. Em 2003 e após grande controvérsia a Feira Popular fechou. Todas as diversões, incluindo o Teatro foram fechadas à excepção dos restaurantes que se foram mantendo até serem resolvidos os problemas relativos às indemnizações a serem pagas aos donos dos mesmos. Em 2004 já tinham sido demolidos todos os espaços do recinto que albergara a feira, com excepção dos restaurantes e do teatro. Em 2005 os últimos restaurantes fecham e são demolidos, restando a decisão do que fazer com o edifício do Teatro Vasco Santana. Chegou a ser ponderada a hipótese de inserir o teatro restaurado num novo projecto para a zona, mas em 2006 viria a ser mesmo demolido.

Localização Av. da República

Sem comentários:

Publicar um comentário