15.2.10

Roma ( 1957 - 1988)


Planta do Cinema Roma

Cinema Roma

Fachada do Forúm Lisboa, antigo Cinema Roma

Interior do Fórum Lisboa

Vista geral do interior do Fórum Lisboa

O Cinema Roma abriu portas em 1957. Tinha uma capacidade de 1107 lugares, sendo um dos gigantes dos anos 50. Foi concebido com base nas novas ideias de grandiosidade da arquitectura típica do estado novo para encaixar nos novos eixos de grandes avenidas do bairro de Alvalade e Entre-Campos concebidas com grande largura de passeios e faixas de rodagem e edifícios de grande envergadura com construção em altura. Encerrou em 1988 e durante algum tempo foi utilizado como armazém, até ser comprado pela Câmara Municipal de Lisboa. Em 1996 sofre algumas obras de recuperação e em 1997 passa a ser a sede da Assembleia Municipal de Lisboa. Em Abril de 2003, a sua gestão foi confiada à EGEAC (Empresa Municipal encarregada da animação cultural) que o administrou até ao final de 2005. Actualmente a sua gestão é da responsabilidade conjunta da CML e da AML recebendo o nome de Fórum Lisboa. Hoje, é um dos espaços mais bem preparados para a realização de congressos, conferências, seminários, espectáculos e projecções de cinema. Dispõe de dois auditórios, um principal e outro mais pequeno. Com capacidade para 701 lugares, o auditório principal possui equipamento de som, luz e sistema de projecção de filmes em 35 e 16 mm bem como sistema de projecção vídeo. O pequeno auditório tem capacidade para 25 pessoas. No primeiro piso, existe ainda uma sala de apoio, com 40 lugares. Ao longo dos anos, o Fórum Lisboa tem vindo a acolher diversos eventos, entre os quais se destacam os festivais FórumJazz e Cosmopolis, o Ciclo de Cinema Gay e Lésbico e a iniciativa ForUmusic, no âmbito da qual acolheu concertos de alguns dos melhores artistas portugueses, desde, Mão Morta a Rodrigo Leão, passando por Jorge Palma, Irmãos Catita, Peste & Sida, Pop Dell’Arte, Repórter Estrábico e Ena Pá 2000.

Localização: Av. de Roma nº 14

Sem comentários:

Publicar um comentário