22.11.09

Cine Pátria (1917 - 1980)



Planta da Sala


Cine Pátria

 
(Fotografia e Planta retiradas do Arquivo Fotográfico Municipal de Lisboa e do livro "Os Mais Antigos Cinemas de Lisboa)

 
O Cine Pátria situado no Beato é um dos mais antigos cinemas de Lisboa. Abriu portas em 1917 e exibiu filmes até cerca de 1980 sendo posteriormente aproveitado para outras actividades. Actualmente serve de espaço para celebrações religiosas. Tinha capacidade para 447 espectadores. Quem o quiser encontrar não terá grande dificuldade porque tem os soldados da paz mesmo ao lado a guardá-lo bem :-). O positivo é mesmo o facto de pelo menos terem restaurado o edifício e preservarem o essencial da traça original. O meu avô nasceu no Beato e foi lá que passou os primeiros anos da sua vida mas nunca me lembrei de lhe perguntar se chegou a ver lá filmes. Assim que puder pego no telefone e pergunto-lhe.

Localização: Rua do Grilo nº 46

11 comentários:

  1. Anónimo25.3.12

    fui ao cine pátria muitas vezes,a ultima vez foi quando fui do Canada passar ferias a lisboa em 1989 portanto o cinema não encerrou em 1968. Tráz bastatantes memorias da minha mocidade por vezes nos intervalos dos filmes vinha-mos fora fumar e ás vezes podiamos ver a corredora portuguesa Branca Seabra que tambem ia lá ver filmes ,correr e ganhar aos electricos.bons velhos tempos.escreve luis ceia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão o Luis Ceia. O Cine Pátria encerrou durante alguns anos em 1968 mas reabriu de novo algures entre os anos 80 para voltar a fechar pouco tempo depois e ser convertido em local de culto. Obrigado pela dica. A correção será feita.

      Eliminar
  2. Frequentei o Cine Pátria quase diariamente, pois era conhecido da Srª que geria o espaço (era muito novo não me recordo do nome da Srª, era amiga da minha mãe...) nos idos anos entre 1977 e 1979, passava filmes Indianos, Western Spaghetti e na ultima sessão eram projectados os filmes Pornográficos... não é verdade que encerrou em 1968, como também não é verdade que tenha reaberto algures entre os anos 80, possivelmente encerrou algures entre essa data.

    Abraço,

    Luís Vasconcelos

    ResponderEliminar
  3. Anónimo25.6.13

    Foi no Cine Pátria a minha primeira ida ao cinema. O ano era 1974 e eu tinha 10 anos. O cine Pátria (cinema de reprise)funcionou até aos primeiros anos da década de 80 e era pejorativamente apelidado de "chagas" - uma injustiça! Como o Luis Vasconcelos afirmou: me recordo igualmente da Dona do Cinema (não o nome)- era uma Senhora loura muito elegante.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo5.1.14

    muito obrigada pela informação aqui descrita. foi bastante útil para um trabalho.

    as maiores felicidades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. fui projeccionista nesse cinema de 1979 até ao seu encerramento.
      o nome dos patrões eram a dna.Isaura e o marido sr.Charneca.abraços.

      Eliminar
    2. Muito obrigado ao Sr. Carlos Souto por partilhar as informações relativas aos seu passado como projeccionista do Cine Pátria.
      Um grande bem haja e continue a seguir o blog.

      Eliminar
    3. continuo a seguir,dentro do possivel,porque continuo projecionista já com 60 anos noutro grande cinema:o cinema são jorge.

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo25.10.15

    Sou o "Anônimo" autor do comentário de 25.06.13. Saúdo o Sr. Carlos Souto - assisti vários filmes por si projetados. Outra recordação: tinha, no inicio dos anos 70, três tipos de cadeiras com preços diferenciados. Uma lembrança hilária ocorrida po volta de 1976: éramos um grupo da rapazes de idades compreendidas entre 12-14 anos. Na fileira atrás de nós tinha um grupo de moços de 16-17 anos que estavam a nos dar uns carolos na cabeça durante a exibição do filme quando de repente só escutamos o estouro de uma porrada na cabeça de um deles! Em seguida um sujeito adulto fortíssimo , acompanhado da namorada (?) falou:
    -" Ò CHEVALO, DEIXA OS PUTOS EM PAZ, C@*@***!
    A plateia veio abaixo na risada e os "opressores" sumiram de mansinho no intervalo!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo25.10.15

    Veja lá o Sr. como os tempos mudaram: naqueles idos de 60-70 a alta ambição de um garoto da região de Marvila (Bairro Chinês) ou da Quinta do Ourives (Bairro de Lata que existia além da Madre de Deus) era ser sobrinho da Dona Isaura e do Sr. Charneca e com isso ter passe livre no Cine Pátria!

    ResponderEliminar