13.8.14

Lido (Amadora)


Cine-estúdio Lido

(Fotografia retirada de bloguedelisboa.blogs.sapo.pt)

O Cine-Teatro Lido, projetado pelo Arquiteto Antero Ferreira, foi inaugurado em 1962. O Lido, no auge do seu sucesso durante as décadas de 60 e 70, foi uma das mais importantes salas de espetáculos da área metropolitana de Lisboa. Aquele que foi o maior cinema da Amadora tinha plateia e dois balcões. Pelo seu palco passaram alguns dos principais atores do país. No seu apogeu enquanto sala de cinema, chegava a ter autênticas romarias de gente vinda de toda a linha de Sintra. Nos anos 70, o edifício sofreu alterações significativas sendo transformado em galeria comercial e o Cine-Teatro foi convertido em sala estúdio. A mudança refletiu-se também no nome que passou a Cine-estúdio. A crise dos anos 80 levou ao encerramento do cinema, que viria a ser convertido em discoteca nos anos 90 e mais tarde em igreja. A forte concorrência das modernas superfícies comerciais acabaria por ditar o encerramento do centro comercial. Um incêndio ocorrido em 2009 destruiu por completo o interior do edifício que se encontrava devoluto há já vários anos. Atualmente, a zona envolvente ganhou um belo parque mas o Lido continua em ruínas, à espera de um projeto de reabilitação ou do seu fim definitivo.

Localização: Av. D. Nuno Álvares Pereira  

Sem comentários:

Publicar um comentário