17.8.14

S.M.O. (Odivelas)


 Interior do Cine-Teatro da S.M.O.

 Palco do Cine-Teatro da S.M.O.

Fachada do edifício sede da S.M.O.

(Fotografias retiradas de www.smodivelense.com)

A história das sessões cinematográficas em Odivelas está intimamente ligada à história da Sociedade Musical Odivelense. Esta instituição foi fundada em 1863 e foi através dela que foram introduzidas as sessões de cinema em Odivelas. As primeiras projeções datam da década de 20, sendo realizadas numa sala cedida por outra instituição: O Clube "Os Passarinhos". Com a edificação da atual sede em 1931, a S.M.O. passou a realizar as sessões em espaço próprio, utilizando para tal o seu salão de festas. Foi durante a década de 30 que o cinema passou a ser a principal fonte de receitas da sociedade. Em 1936, o ministério das obras públicas e comunicações autoriza oficialmente as sessões de cinema na S.M.O., visto estarem reunidas todas as condições para o recinto ser convertido em Cine-Teatro, o que viria a suceder. Em 1938 são inauguradas as sessões ao ar livre durante o verão. Durante quase duas décadas estas sessões decorrem em terrenos particulares mediante acordos com o proprietário, mas em 1956 a situação altera-se. Mediante acordo com o proprietário, é cedido um espaço na Rua do Souto, por trás da Quinta da Memória, onde viria a nascer a Cine Esplanada a 29 de Junho de 1956. Foi preciso esperar mais uma década, até 1967 para que a Secretaria Nacional da Informação, Cultura Popular e Turismo, emitisse a licença definitiva de exploração da esplanada como Cinema. O espaço dispunha de lugar para albergar 500 espetadores. Até 1980 o cinema foi a principal atividade e fonte de receitas, mas o surgimento de novas salas, mais modernas e construídas de raiz acabariam por ditar o desaparecimento do público e o fim das sessões.

Localização: Rua Maria Gomes da Silva Santos nº 7 

Sem comentários:

Publicar um comentário