8.12.09

Salão Lisboa (1916 - 1972)


Fachada do Salão Lisboa

Salão Lisboa

(Fotografias Retiradas do Arquivo Municipal de Lisboa)


Representante máximo dos cinemas piolho, o Salão Lisboa abre as suas portas em 1916.
Em 1928, iniciam-se obras de melhoramento no seu interior, como forma de corresponder às exigências do público e ao aparecimento de novas salas.
Em 1932 efectuam-se novas alterações, principalmente na fachada. A sua lotação era de 510 espectadores.
Em 1972, o Salão Lisboa suspende a sua exploração cinematográfica, passando aí a funcionar um armazém de revenda que, no entanto, continuou a manter na frontaria o nome de Salão Lisboa.
O edifício do Salão Lisboa ainda lá está mas toda a zona do Martim Moniz foi alterada e hoje em dia o centro da praça possui quiosques e fontes. Em cada lado da praça encontram-se os Centros comerciais da Mouraria e do Martim Moniz enquanto no topo sul da Praça existe actualmente um Hotel. À volta do Salão Lisboa também tudo mudou, com as demolições de tudo à sua volta. Nada escapou, nem mesmo marcos históricos da cidade como a igreja do Socorro e o Arco do Marquês de Alegrete. É uma sorte o Salão Lisboa ter escapado até hoje à fúria demolidora da modernidade e especulação imobiliária.

Localização: Rua da Mouraria

Sem comentários:

Publicar um comentário